Informações Pré-fechamento para o ano até 31 de dezembro de 2017

Home / News / Informações Pré-fechamento para o ano até 31 de dezembro de 2017

Informações Pré-fechamento para o ano até 31 de dezembro de 2017

em News

“Focada em entrega Operacional e mudança transformacional para criar uma plataforma de crescimento de longo prazo”

Destaques:

  • A aquisição da Amec Foster Wheeler foi finalizada em 9 de Outubro com a finalidade de criar a Wood, uma empresa líder global em projeto, engenharia e entrega de serviços técnicos para os mercados de energia e industrial
  • A integração está em curso e a frente do estimado com economias de custos anuais sustentáveis já alcançadas antes do previsto
  • Estimamos atualmente que o EBITA Proforma da Wood para 2017 de negócios contínuos será na casa dos $590m a $610m
  • A dívida líquida em 31 de Dezembro esperado na casa dos $1.8bn

Entramos em 2017 com uma posição forte no mercado com base de custo de overhead estruturalmente mais baixo refletindo nossa perspectiva cautelosa de curto prazo em nosso principal mercado de Óleo & Gás que continuava apresentando desafios. Retivemos o nosso foco em M&A (Fusões & Aquisições) e entrega acelerada de nossos objetivos estratégicos incluindo o aumento de nossa exposição ao mercado final. Logo após a Aprovação de nossos acionistas e concorrentes finalizamos a aquisição da Amec Foster Wheeler (“AFW”) no dia 9 de Outubro de 2017 para criar a Wood, uma empresa líder em projetos, engenharia e entrega de serviços técnicos para os mercados de energia e industrial. A reação dos clientes tem sido positiva, tivemos um grande momento no ganho de contratos e vemos boas oportunidades para futuras sinergias de receita.

Como previamente anunciado, os resultados de todo o ano serão divulgados dia 20 de Março de 2018, mais tarde do que o habitual, a fim de acomodar o processo de reporte e auditoria para o nosso novo negócio. Não há mudança para a nossa abordagem consolidada proporcionalmente o que inclui a contribuição de nossas joint ventures.  O EBITA e o AEPS serão retidos como as nossas principais medidas de lucro. O EBITA será declarado após os custos relacionados com o amianto. Os resultados atuais de todo o ano serão reportados considerando-se o antigo negócio da Wood Group e a contribuição da AFW para o período entre 9 de Outubro de 2017 a 31 de Dezembro de 2017. Os resultados também serão apresentados em base de Proforma a fim de oferecer melhor visão do desempenho contínuo do negócio implícito.

Não houve nenhum desenvolvimento de material na pesquisa interna da Wood Group com relação a engajamento histórico com a Unaoil desde a atualização fornecida nos resultados de meio de ano.

Nós continuamos cooperando com a investigação do SFO e solicitações voluntárias para informações do DOJ e SEC a respeito de utilização de agentes terceirizados no passado da AFW.

Negociação prévia com a Wood Group

Nosso principal mercado de Óleo & Gás continuou apresentando desafios em 2017.

Em Soluções de Ativos EAAA vimos melhoria da atividade no segundo semestre, como esperado, liderado pelo trabalho da região Asia Pacific incluindo Exxon PNG e Malásia e início da operação da nossa parceria SAGE com a Ancala. Na Arábia Saudita o trabalho sob o contrato GES continua a ser desenvolvido lentamente.

Na área de Soluções de Ativos Américas, o hook up e o comissionamento com a Hebron fez uma boa contribuição e foi finalizado no segundo semestre. Vimos um crescimento modesto na construção onshore dos Estados Unidos e trabalho de infraestrutura e estamos esm estágio avançado de entrega de engenharia em nossos projetos de upstream greenfield incluindo o Husky White Rose, Peregrino, Leviathan e Mad Dog 2.  O desempenho da engenharia onshore norte Americana foi mais fraca do que o previsto.

Na área de Soluções Técnicas Especializadas, a automação está gerando crescimento, mas isso é mais do que compensado pela redução no Subsea, onde os níveis de atividade estão baixos em 2016.

Integração e Negociação com a Amec Foster Wheeler

A integração está progredindo mais rápido do que o esperado com progresso significativo sendo realizado, utilizando as lições aprendidas do programa de transformação da Wood Group 2016. A estrutura operacional e o time de liderança executiva da Wood foram finalizados totalmente antes do previsto e nós já anunciamos mais dois níveis da liderança organizacional. Somente nos níveis de liderança, já entregamos economias sustentáveis no ano antes do planejado, em Outubro. Nós também fizemos um bom progresso na racionalização de bens imóveis, pipelines de licitação combinados e alinhamento de licitação e administração de entrega. Continuamos confiantes na entrega da sinergia dos custos de mais de $170m até o final do terceiro ano após a finalização da integração.

Desde o término do processo de compra, uma série de temas foi ressaltada nos resultados de meio de ano da AFW e ficaram evidenciados no fechamento do nosso post de revisão do negócio. No segundo semestre, vimos um resultado melhor do que o esperado em certos projetos de petróleo e gás, compensados por atrasos e excessos de custos em um pequeno número de contratos de preço fixo nos negócios de transmissão e distribuição e meio ambiente e infraestrutura.

Wood – Reporte de Resultados do Ano de 2017

Nós atualmente estimamos que o EBITA do ano de 2017, compreendendo o negócio anterior da Wood Group e a contribuição da AFW para o período de 9 de Outubro a 31 de Dezembro será na casa dos $335m a $355m.

Wood – Proforma H1 2017 e ano todo de 2017

Nós previmos anteriormente a nossa abordagem à métrica financeira proforma e reporte segmentado.  O Proforma 2017 incluirá os resultados da AFW e da Wood Group, a partir de 1° de Janeiro. Ele excluirá os resultados dos Negócios anteriores; principalmente os da AFW no Mar do Norte – negócio upstream, as operações nucleares norte americanas da AFW  e os elementos eliminados do GPG.

No primeiro semestre de 2017, a Wood gerou EBITA de $264m de receitas de $4.7bn em base proforma. As margens continuam a ser impactadas pelos desafios nos mercados de Óleo & Gás de maneira geral e da redução antecipada na atividade de energia solar da AFW solar se comparado aos níveis registrados em 2016. Esses desafios foram largamente compensados pelo crescimento em outras áreas de negócio, incluindo Meio Ambiente e Infraestrutura, melhorias no mercado de engenharia greenfield offshore nos Estados Unido e o impacto dos programas de redução de custos.

Refletindo a atual condição de negociação e ponderação típica de lucro do Segundo semestre tanto nos antigos negócios da Wood Group e da AFW,  nós atualmente estimamos que o EBITA Proforma de 2017 dos negócios continuados será por volta de $590m a $610m.

Dívida Líquida e Financiamento

Como esperado, a dívida líquida para o EBITDA Proforma posterior ao final foi c. 2,2x e dívida líquida foi de US $ 2,0 bilhões. A disposição do negócio upstream da AFW UK reduziu a dívida líquida em c$300 milhões, embora isso seja parcialmente compensado pelos custos esperados de transação e sinergia. A dívida líquida em 31 de dezembro deverá ser de cerca de US $ 1.8 bilhões. Não há mudanças na nossa estrutura de capital de longo prazo e reduzindo a dívida para menos de abaixo de 1.5x O EBITDA continua sendo nosso uso preferido do fluxo de caixa livre.  Nós mantemos nossa política progressiva de dividendos e aumentamos o dividendo do primeiro semestre em 3%. Os antigos titulares da AFW terão direito ao dividendo do ano inteiro.